Plenária Nacional decide sobre a greve nesta quarta.

Nesta segunda-feira, 27, as assembléias-gerais dos sindicatos dos servidores públicos federais de todo o país tiraram delegados para participar da plenária da Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal), a ser realizada amanhã, 28, em Brasília. Esses delegados, representando a posição de suas bases, decidirão pelo fim ou continuidade da greve, definindo se a categoria aceita ou não firmar o acordo proposto pelo governo.

O resultado da assembléia-geral do Sindicato dos Servidores Públicos Federais no DF (Sindsep-DF) foi pela aceitação da proposta. A grande maioria votou pelo acordo e pelo retorno ao trabalho a partir desta quarta-feira (29/08). No entanto, dos mais de 200 votantes, cerca de 50 optaram por não aceitar a proposta do governo. A assembléia do Distrito Federal elegeu 34 delegados com direto a voto para a Plenária Nacional da Condsef. Desses, sete são pela não aceitação da proposta do governo.

Entre os setores que se posicionaram em bloco contra a proposta governamental estão o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e o Arquivo Nacional. A Funai, como não teve tempo de ouvir as bases nos estados, não se posicionou em bloco, mas individualmente e elegeu três delegados: dois pela aceitação da proposta e um contrário.

O secretário-geral do Sindsep-DF, Oton Pereira Neves, explicou que a proposta do governo para o PGPE, CPST e carreiras correlatas inclui os servidores da Funai, do Arquivo Nacional e da Imprensa Nacional. Com base nessas informações, a Funai foi orientada a calcular os acréscimos sobre a GDAIN, conforme tabela divulgada hoje no grupo “Servidores da Funai”. Os aumentos serão lineares, divididos em três anos, de 2013 a 2015. Para nível superior, R$ 999,00 (R$333,00 a mais no salário a cada ano); nível intermediário, R$ 930,00 (R$310,00 a mais no salário a cada ano), nível auxiliar, R$ 630,00 (R$210,00 a mais no salário a cada ano).

Neves também informou que o governo propôs reajustar o auxílio-alimentação para R$ 373,00 e aumentar o per capita do plano de saúde em 25%. Sobre a devolução dos salários retidos, o governo diz que só negocia com a Condsef depois que a greve chegar ao fim, mas, de acordo com os dirigentes, já houve informação de que os valores serão devolvidos mediante compensação de horas trabalhadas.

Plenária Nacional – A Plenária Nacional da Condsef será realizada nesta terça (28/08), a partir das 9h, no Clube dos Previdenciários, e contará com representantes de todo o país para decidir sobre a aprovação ou não da proposta do governo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: