Construção do Plano de Carreira da Funai fará parte do termo de acordo ao final da greve

A garantia foi dada nesta tarde, durante reunião de representantes da Funai, Condsef e MPOG

Reunião no MPOG Foto: Sindsep-DF

O avanço da reunião do comando de greve da Funai com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), nesta quarta-feira, 22, foi com relação ao Plano de Carreira. A representante do MPOG, Marcela Tapajós, garantiu a inclusão da pauta da carreira indigenista no termo de acordo com a Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal), marcando o início dos debates para o mês de setembro. Os servidores do Arquivo Nacional, que também pleiteiam um plano de carreira, receberam a mesma garantia.

No que diz respeito aos reajustes na GDAIN, que ficaram de fora das negociações de 2011, não houve acordo. O argumento de Marcela Tapajós foi de que o objetivo do governo é equalizar os salários, por esse motivo as gratificações da Funai não foram reajustadas. Os aumentos serão os mesmos concedidos ao restante dos servidores públicos federais enquadrados no PGPE, que ainda estão sendo negociados.

Os servidores da Funai em greve, mesmo descontentes com a posição do governo em relação aos salários congelados desde 2010, avaliam que foi uma vitória ter conquistado uma mesa de negociações exclusiva para a Funai e saído com o compromisso da construção de um plano de carreira. Os assuntos relacionados às condições de trabalho e de funcionamento da Funai serão tratados em agenda específica solicitada ao Ministério da Justiça.

As negociações gerais da Condsef com o governo devem continuar esta noite e questão do ponto será colocada em pauta. A reunião marcada para ontem, às 21h, foi cancelada. O Ministério do Planejamento alegou que ainda não concluiu estudos internos para responder aos quatro itens propostos pela Condsef na reunião de sábado (18/08): aumento da proposta inicial do governo de reajuste de 15,8%; reajuste dos benefícios (auxílio-alimentação, contrapartida do plano de saúde e auxílio-creche); suspensão do corte do ponto e devolução dos valores descontados; e compromisso do governo em dar continuidade às negociações para a extensão da Lei 12.277/10.

Na sexta-feira, 24, às 12h, haverá assembleia do Sindsep-df para deliberar sobre a proposta do governo e tirar os delegados que participarão da assembleia da Condsef, que será no sábado. Sua presença é importante.  Compareça e vote!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: